com o apoio:

"Hoaloha"

Batizado de Hoaloha – conceito havaiano para denominar amizade ou ser do qual apreciamos a companhia – este projeto voluntário visou complementar as sessões da Terapia da Fala do conjunto de alunos com Perturbações do Espetro Autista (PEA) que frequentam a UEE da escola D. Paio Peres Correira do Agrupamento de Escolas Dr. Jorge Augusto Correia de Tavira.

 

A introdução da Terapia Assistida por Animais procurava melhorar a produtividade das sessões, aproveitando a forte motivação que o cão provoca.

 

Utilizaram-se várias estratégias de interação direta com as cadelas e sistemas de recompensa. Realizam-se histórias dinâmicas, atividades de sequenciação, descrição de imagens e jogos diversos, onde as interações dos alunos com as cadelas são facilitadores da motivação e concentração perante as atividades.

 

Nas PEA são frequentes alterações no comportamento, relacionados com desajustes nas competências sociais. Recorremos a uma metodologia de troca por interação o que permitiu uma diminuição do número de birras e um maior empenho nas actividades. Ou seja, mesmo sem o animal estar presente, foi possível verificar melhorias na regulação do comportamento e controlo dos impulsos.

 

O projeto iniciou a 29 de fevereiro com término a 7 de junho (2016), após 38 sessões desenvolvidas.

 

 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now