Na área de intervenção de Cães de Assistência, realizamos o treino e entrega de Cães de Serviço, Cães de Serviço para Crianças com Autismo ou Perturbações do Desenvolvimento e Cães de Alerta Médica, na região do Algarve. 

 

Outro serviço é o de apoio e aconselhamento a indivíduos e famílias que queiram e precisem trabalhar com os seus animais de companhia de modo a alcançar uma abordagem terapêutica ou o treino de habilidades específicas que promotores da autonomia e independência.

A Kokua ainda disponibiliza um serviço gratuito de esclarecimento e aconselhamento, a nível nacional, sobre Cães de Assistência, através do agendamento de reunião por Skype ou presencial (dependendo da disponibilidade e em função da localidade de residência da família), com duração de 1 hora. Peça a sua sessão.

 

O que são os Cães de Assistência?

 

Um cão de assistência é aquele que, através de treino profissional, possuí certas características e habilidades que permitem a melhoria da autonomia, auto-suficiência e independência das pessoas com deficiência sensorial, mental, orgânica ou motora. 

 

O seu caráter distintivo encontra-se na capacidade de prestar apoio emocional e companhia ao seu parceiro além dos apoios físicos que desempenha, acrescentando-se ainda a adaptabilidade do animal à situação ou fase da deficiência. 

Que tipos de Cães de Assistência existem?

 

Cão-guia, treinado para auxiliar uma pessoa com deficiência visual;

Cão-Sinal, treinado para auxiliar uma pessoa com deficiência auditiva;

Cão de Serviço, treinado para auxiliar uma pessoa com deficiência motora;

Cão de Serviço para Crianças com Autismo, treinado para auxiliar crianças com PEA e os seus familiares na segurança na via pública e apoio na regulação comportamental;

Cão de Alerta Médica, treinado para antecipar e alertar crises, em pessoas portadoras de patologias associadas a alterações orgânicas identificadas, como ocorre na Diabetes tipo 1.

Como identificar e como atuar frente a um Cão de Assistência?

 

A identificação visual realiza-se através do colete ou arnês que leva vestido. Pode ter cores variadas e possuir nele escrito informação respectiva à função que desempenha. A identificação do animal realiza-se através do documento e carão identificativo previsto na lei 74/2007 de 27 de março.

O mais importante é respeitar o seu trabalho evitando distraí-lo: evite tocá-lo, chamá-lo, emitir sons que lhe possam ser atractivos, atirar-lhe objectos ou comida. Pode contribuir através da consciencialização da comunidade ensinando, àqueles que desconhecem, como se deve agir perante esta situação. Sempre que surja uma duvida ou curiosidade disponha ao usuário ou treinador.

Binómios 
com o apoio:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now